Brasil sediará MotoGP em 2014

Imprimir Imprimir

O presidente da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), Vito Ippolito, aprovou nesse domingo (1), em reunião no circuito de Silverstone, na Inglaterra, o novo projeto do Autódromo Internacional de Brasília, com isso o Brasil poderá sediar o Moto GP em 2014.

“A FIM solicitou que fossem feitas algumas mudanças no projeto, mas deu sinal verde, vai ter a prova. Agora estamos definindo a data, mas provavelmente será em setembro. Acredito que com mais essa vitória o Brasil hoje passa a ser um dos locais mais visados para realizar eventos, apesar da distância com América do Norte e Europa, estamos conseguindo trazer as principais competições para o País”, destaca o presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Firmo Henrique Alves.

O Novo projeto do Autódromo foi apresentado por uma Comitiva Brasileira, formado pelo presidente da CBM, Firmo Henrique Alves, presidente da FMDF (Federação de Motociclismo do DF), Carlos Senise, governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz e os secretários de Comunicação, Ugo Braga; de Esporte, Júlio Riberio; e de Assuntos Internacionais Odilon Frazão.

A última prova do Mundial de Motovelocidade no Brasil foi em 2004, no extinto autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro,  onde foi construído o Parque Olímpico dos Jogos do Rio 2016. O país já havia sediado uma prova no circuito de Interlagos em 1992, além de três provas em Goiânia entre 1987 e 1989.

 

Autódromo-desenho-conceitual

 

Fonte: cbm.esp.br

© HUSABERG 2013